Liminares conquistadas com celeridade garantem tratamentos de urgência para dois idosos

Ações, contra o Estado e a Amil, protocoladas ainda na sexta (12) pela Aduseps, obtiveram êxito e pacientes tiveram seus direitos reconhecidos.


Duas importantes decisões, ambas em resposta a ações de urgência propostas pela Aduseps na última sexta (12), garantiram o direito de dois idosos em estado grave. As demandas judiciais – uma contra o Estado de Pernambuco e a outra em face da Amil – tiveram seus pedidos atendidos pelo Judiciário, que condenou os réus a procederem, de imediato, com os devidos atendimentos dos quais os pacientes necessitavam: O Estado, a providenciar leito de UTI para uma mulher de 80 anos, com arritmia cardíaca, e a Amil, a autorizar o internamento hospitalar para um homem de 67 anos, com complicações em razão de um câncer no pâncreas recém-diagnosticado.


Na ação contra o Estado de Pernambuco, distribuída para a 2ª Vara da Fazenda Pública da Capital, a liminar – assinada pela juíza Mariza Silva Borges – determinou que o réu localizasse e disponibilizasse, em até 24 horas, um leito de UTI para a idosa, em hospital público ou, na falta deste, particular com Unidade de Terapia Intensiva devidamente equipada e conveniada ao Sistema Único de Saúde (SUS). A idosa aguardara vaga na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Lagoa Encantada, entubada e com piora no quadro clínico em razão de não estar sendo assistida de forma adequada.


Já na demanda contra a Amil, o juiz Rogério Lins e Silva, da 2ª Vara Cível da Capital, ordenou que a operadora autorizasse a internação hospitalar do idoso, no Hospital Esperança, também no prazo de 24 horas, com o custeio de todas as despesas correspondentes, devendo ainda comprovar o cumprimento da medida nos autos da ação. A empresa negara-se a cobrir o internamento do paciente, indicado por seu médico em caráter de urgência, alegando tratar-se de doença preexistente, quando, na realidade, foram realizados, no ato da contratação, todos os exames periciais necessários à adesão, os quais não encontraram nenhum indício da doença – câncer – recentemente diagnosticada.


“Protocolamos o pedido de UTI para a idosa às 17h30 da sexta e, em menos de duas horas, já tínhamos uma liminar nas mãos e um mandado, com o qual conseguimos intimar a Central de Leitos do Estado. Isso é muito positivo, o Judiciário respondeu ao nosso pedido de forma célere e a paciente já se encontra internada em uma UTI”, comemora Karla Guerra, coordenadora jurídica da Aduseps.


Já referente à ação em favor do usuário da Amil, que também obteve resposta favorável da Justiça de forma rápida, a advogada lamenta apenas a “artimanha” da operadora em protelar o cumprimento da ordem judicial. “O idoso, embora já esteja internado no Hospital Esperança, ainda aguarda a realização de cirurgia, também pedida na ação, porque temos aí o que eu considero um retrocesso: o plano de saúde, que não deveria fechar, encerra suas atividades às cinco da tarde. Então, como o mandado foi expedido, na sexta, após esse horário, ele só pode ser cumprido hoje. No entanto, já estamos diligenciando para esse cumprimento”, finaliza Guerra.

Rua Henrique Dias, 145, Boa Vista, Recife/PE - CEP: 50.070-140
(81) 3423-0540 / 3139-8501
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca ícone do YouTube

Rua Henrique Dias, 145 - Boa Vista, Recife - PE. CEP: 50.070-140

contato.aduseps@gmail.com

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca ícone do YouTube

(81) 3423-0540 / 3139-8501

(81) 3139-8502 (Financeiro)

(81) 99838-2331 (Whatsapp Comunicação)

(81) 99667-8141 (Whatsapp Financeiro)

© ADUSEPS - Associação de Defesa dos Usuários de Seguros, Planos e Sistema de Saúde.

Criado por Fernando Padilha - SolvareDigital