AMIL AUMENTA PLANO DE SEGURADA, EM TRATAMENTO DE CÂNCER, DE R$ 2.600 PARA MAIS DE R$ 6 MIL

Imagine, você, já numa árdua luta contra uma doença grave, ter que lidar ainda com um abuso por parte de seu plano de saúde. É o que tem ocorrido com a aposentada Ivone Ferreira, que esteve, na tarde de ontem (12), na Aduseps em busca de ajuda. Em tratamento, há quatro anos, contra um câncer de intestino, a paciente – que possui contrato com a Amil, desde 2014 – deparou-se, recentemente, com um aumento exorbitante no valor da mensalidade. De R$ 2.600, o contrato saltou para R$ 6.200. A Aduseps irá ingressar com ação para derrubar o aumento abusivo.


“Quando recebi o boleto com o novo valor, quase que tenho um infarto. Falei com pra meu médico que iria desistir do tratamento, desistir de tudo”, relata a aposentada, que já pagava com sacrifício o antigo valor do plano, contando com a ajuda da família.


O salto no valor do plano da segurada se deu por conta de dois reajustes: um por mudança de faixa etária, ao completar 59 anos, e o outro referente ao aumento anual. O advogado da Aduseps Artur Castro explica que um dos argumentos levantados na ação judicial em favor da aposentada baseia-se na jurisprudência que fala que, embora os reajustes sejam permitidos, eles precisam ser justificados e previstos contratualmente. “Ao analisarmos o contrato dela, verificamos que não é informado o percentual a ser aplicado, nem a forma do cálculo. Fora o fato, de extrema relevância, de ela encontrar-se em tratamento de câncer, razão pela qual não pode ter o plano de saúde cancelado”, frisa Artur.


Veja depoimento:



8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Rua Henrique Dias, 145, Boa Vista, Recife/PE - CEP: 50.070-140
(81) 3423-0540 / 3139-8501
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca ícone do YouTube