ADUSEPS MARCA PRESENÇA EM ATO PÚBLICO PELO DIA MUNDIAL DA SAÚDE

Atualizado: 8 de abr.

Prestes a completar 26 de lutas em prol dos direitos da sociedade nos serviços – públicos e privados – de assistência à Saúde – a Associação de Defesa dos Usuários de Seguros, Planos e Sistemas de Saúde (Aduseps) marcou presença, na manhã de hoje (27), na Praça do Derby, onde centenas de cidadãos e entidades ligadas ao setor – principalmente profissionais da área - reuniram-se num ato em comemoração ao Dia Mundial da Saúde (hoje) e para cobrar melhoras tanto na assistência aos usuários quanto na valorização dos trabalhadores.


Uma das principais reivindicações do ato diz respeito à aprovação do Projeto de Lei 2564 de 2000, que estabelece um piso salarial e uma carga horária máxima aos profissionais de enfermagem. Carlos Freitas, integrante da Ouvidoria Popular da Saúde Pública - projeto social da Aduseps que atua na linha de frente de assistência aos usuários da saúde pública vítimas de negligência no atendimento -, destacou, durante o evento, o sofrimento dos pacientes que agonizam, nos corredores dos hospitais públicos, à espera de uma vaga de leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI): “Muitas vezes, vêm pessoas de Petrolina, Limoeiro, chegam nos grandes hospitais públicos, principalmente a Restauração, pensam que vão pra UTI, mas ficam jogados no corredor. Precisamos mudar essa forma de atender o nosso povo. Se o SUS é universal, igualitário, atende a todos, temos que buscar maneiras de humaniza-lo, lutando para que todo o nosso povo tenha uma saúde digna, humana e respeitosa. Esse é o papel da Aduseps”, frisou Freitas.


Também presente no ato público, a coordenadora administrativa da Aduseps, que também compõe o Comitê Pernambucano de Mobilização Social para o Controle da Tuberculose, Márcia Andrada, aproveitou a ocasião para lembrar a necessidade de maior atenção, por parte do poder público, às questões relacionadas à Tuberculose o Estado. “O papel da sociedade civil junto ao Comitê é lutar pelas políticas públicas junto aos representantes eleitos pelo povo, tanto na Assembleia Legislativa quanto na Câmara dos Vereadores. No entanto, não temos verificado, até o momento, nenhum envolvimento, por parte das duas casas, quanto a essas questões tão preocupantes, já que Pernambuco é o segundo Estado, no Brasil, no ranking de mortalidade pela doença”, denuncia Andrada.


Confira vídeo do evento:




9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Rua Henrique Dias, 145, Boa Vista, Recife/PE - CEP: 50.070-140
(81) 3423-0540 / 3139-8501
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca ícone do YouTube